O que o Oscar de Leonardo DiCaprio ensina aos empreendedores

Lutar, lutar, lutar e não parar

Por Felipe Vinha - Em 29.02.2016


O ator Leonardo DiCaprio foi um dos grandes vencedores da noite do Oscar 2016, levando a estatueta na categoria “Melhor Ator”. Se você não se lembra, DiCaprio nunca havia recebido essa premiação, mas era quase sempre indicado, o que gerou até piadas e memes a respeito da situação. O interessante é que trajetória de DiCaprio pode servir como importante lição para empreendedores, seja da área que for.

Desistir não é uma opção

Leonardo DiCaprio é um ator ainda com grande atenção da mídia, então é natural que ele faça pelo menos um grande filme por ano, como forma de continuar seu trabalho e se manter em voga. Mas isso também faz parte da insistência dele que, como astro do cinema, almeja em ser premiado para consagrar sua carreira.

O paralelo pode ser da seguinte forma: temos aquele empreendedor, que se capacita, que sempre mostra seu serviço, mas ainda não conseguiu emplacar o negócio com tanto sucesso, ou ser validado de forma mais grandiosa, como alçando voos internacionais com sua empresa ou coisa parecida. Afinal, temos que continuar tentando, anos após ano?

A insistência precisa ser constante, se não o objetivo não é alcançado. Além disso, não se engane com promessas milagrosas que aparecem pelo caminho: quando pensamos que estamos quase lá e que, na verdade, estamos um pouco distantes. Resiliência é um ponto importante para a personalidade do empreendedor. Assim como foi para DiCaprio.

E o Oscar vai para…

DiCaprio ganhou o Oscar pela atuação no filme “O Regresso”, que muitos alegam não ser sua melhor interpretação em toda a carreira. Pode até não ser, o que deixa claro que a Academia concedeu o prêmio ao astro pelo conjunto da obra. Poderia também um empreendedor ser reconhecido, anos mais tarde, após muitos fracassos encarados pelo caminho?

Vale lembrar que a falha não é algo muito valorizado no ecossistema empreendedor brasileiro, enquanto lá fora ocorre justamente o contrário. Se DiCaprio “falhou” nos anos anteriores, isso serviu para mostrar que, ao menos, ele foi indicado. Ele chegou lá, só não saiu com o prêmio – até isso mudar em 2016. O jogo sempre pode virar, e nem sempre temos um alerta sobre quando pode acontecer.

“Se o DiCaprio não ganhar, olê olê olá”

Antes de vencer no Oscar, Leonardo DiCaprio lutou, e a luta virou piada. Ele, um ator estabelecido, que venceu o estigma de ser “apenas um rostinho bonito”, também foi alvo das brincadeiras da Internet e da ridicularização da massa. GIFs, montagens e outros mil memes foram feitos até que o astro chegasse ao seu objetivo, e ele teve que passar por isso.

Pouco importava se sua luta se desenrolava já há alguns anos. Pouco importava se ele já estava em idade de “merecer” ser premiado. Sempre havia alguém que iria contrariar a boa projeção e desqualificar sua vitória. Mesmo que a estatueta do Oscar tenha sido abocanhada por DiCaprio com seu talento, há sempre quem desmereça. A mesma coisa pode acontecer com você, empreendedor ou empreendedora, que terá seu negócio criticado e desqualificado, mesmo que vença uma etapa importante.

Mas quem venceu foram eles ou você? Erga a cabeça e levante a estatueta. Só não vale se prolongar no discurso.