4 anos bem Tagarela

Um aniversário que tem muito a se comemorar, afinal, sobrevivemos a 2016!

Por Monique Fernandes - Em 07.01.2017


Existe uma crendice popular, que hoje já nem é tão comum assim, de que se um neném, bebesse a água de janeiro, ajudaria ele a falar mais rápido. Essa água de janeiro nada mais é do que pegar a água da primeira chuva do ano, e dar uma para a criança. Reza a lenda que só funciona se for, realmente, a primeira chuva do ano.

Minha avó conta que as primeiras gotas de chuva de 1986, foram correndo para a minha boca de bebê de seis meses. Pronto! A criança desandou a falar antes de completar um ano. Ao que consta, a minha avó deu uma dose alta dessa poderosa água, porque ela e a família inteira passaram a minha infância e adolescência reclamando o quanto eu falava pelos cotovelos e que eu não deveria ter bebido a bendita água!

Isso durante boa parte da minha vida foi um fardo grande para mim, eu achava que tinha que falar menos. Acabei cursando jornalismo, pronto! Era meio que um aval para eu falar muito. Escutava das pessoas que estava na profissão certa. Afinal, antes eu era programadora. Uma programadora que não parava calada. Perdi as contas dos apelidos: maritaca, matraca, faladeira, fofoqueira… cala boca e fica quieta eram frases recorrentes na minha vida!

Tagarela era o apelido mais comum e muitos anos mais tarde, eu cheguei na Tangerina, desfazendo uma sociedade e pedindo ajuda para criar uma empresa nova. Tava começando tudo novamente, do zero! O briefing um nome em português e que eu não precisasse soletrar o e-mail ao telefone. Uma tarde inteira de conversa, eles olharam para minha cara e saiu: Tagarela. Era eu, era a minha personalidade. Rapidamente começamos a buscar se alguma empresa de comunicação usava esse nome já. Era tão bom e tão óbvio, que alguma empresa já estaria usando. Mas não tinha! Eu já contei melhor sobre essa história do nome aqui no blog.

Hoje, no dia 7 de janeiro de 2017, a Tagarela completa quatro anos e a Tagarela-Mor, nesses quatro anos, levando uma empresa tendo só eu como sócia, eu aprendi muitas lições, principalmente nesse ano difícil que foi 2016. Eu e a Tagarela termos sobrevivido a 2016 é um motivo suficiente para comemorar. E os números consolidados desses quatro anos, não me deixam mentir: nós tagarelamos bastante e é muito bom tagarelar!

Números bem Tagarela

– 98 clientes;
-1400 clippings;
– 113 eventos;
– 1000 pérolas do Leozinho (e contando);
– 25 palestras e Media Training;
– 5300 exemplares de revista e jornais lidos;
– 20.000 e-mails enviados;
– 30 mil litros de Mate geladinho;
– 9 festas surpresa;
– 120.841 km viajados

E que venha 2017 com muito mais desafios incríveis nessa vida empreendedora e muita tagarelice, porque Tagarelar é bom demais! :)