Compre do Pequeno: o valor dos pequenos empreendedores

Campanha do Sebrae ocorre em 5 de outubro, Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa.

Por Leonardo Leão - Em 29.09.2015


O empreendedorismo ganha cada vez mais força no País e, com isso, os micro e pequenos empreendedores se multiplicam neste cenário. Padaria, mercearia, um barzinho, açougue, quitanda ou até uma barbearia são os estabelecimentos que ocupam os bairros e fazem a alegria da vizinhança. Não é a toa que merecem ser valorizados.

Pensando nisso, o Sebrae criou o Movimento Compre do Pequeno Negócio. A campanha ocorrerá em 5 de outubro, Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A ideia é que, nesta data, foque-se o consumo nos micro e pequenos empreendedores. E são cinco os porquês abordados: É perto da sua casa; o pequeno e médio empreendedor é responsável por 52% dos empregos formais; o dinheiro ficará no seu bairro; o pequeno negócio desenvolve a comunidade; e, comprar do pequeno negócio é considerado um ato transformador.

Com essas justificativas, o Sebrae pede que o consumidor prefira obter seus produtos no pequeno ou micro negócio, pois valorizará a classe, que em tempos de crise, vive em uma grande instabilidade. Com a falta de investimento para poder realizar grandes ações, o micro e pequeno empreendedor sofre um grande golpe quando há quedas na economia. Mas o Sebrae tem os ajudado e apostado cada vez mais no cenário empreendedor do país.

Denise Schalom, coordenadora regional do Sebrae-RJ, explica a campanha: “Se o consumidor compra do local, facilita, diminui o seu tempo de deslocamento, dá oportunidades de emprego, movimenta a economia do local. Essa é a proposta do movimento”.

No site, o empreendedor pode cadastrar a sua empresa no movimento e adquirir o selo do ‘Compre do Pequeno’. Já o consumidor pode ter acesso às empresas participantes da campanha. Ainda há um terceiro espaço para apoiadores do movimento, que podem se cadastrar no mesmo endereço.