De volta para o futuro ou para o passado da comunicação?

Como o futuro mudou para sempre a comunicação e o jornalismo

Por Felipe Vinha - Em 21.10.2015


Marty McFly chegou! O herói do filme De Volta Para o Futuro vem de 1985 e desembarca em 21 de outubro de 2015, na cidade californiana (e fictícia) de Hill Valley, para arrumar a bagunça feita na linha temporal e dar continuidade à sua história. No segundo filme da série, que foi exibido em 1989, temos um retrato do que seria a tecnologia no nosso ano atual. Saiba que muito dessa tecnologia existe atualmente e que ela ajudou bastante na evolução de como a comunicação é feita!

1.21 Gigawatts?!

Muita coisa mudou de 1985 para cá, e em muito o filme acertou: hoje temos cinemas 3D em abundância, tablets em todas as mãos nas grandes cidades, videochamadas via Skype no lugar de telefonemas, e que tal óculos inteligentes, que remetem a tecnologia vestível? Tudo isso está por aí, de uma forma ou de outra, ainda que não tenhamos o sonhado skate voador ou o tênis que se amarra sozinho.

Mas principalmente a forma de se trabalhar com comunicação mudou após todos esses anos. Os meios para chegar às pessoas evoluíram. Os e-mails estão aí, mensagens instantâneas, transmissões via redes invisíveis e, antigamente, inimagináveis. Em 1985 a Internet como é conhecia hoje era um conceito ainda em construção, para estourar somente na década seguinte. Hoje, graças a ela, muita gente trabalha sem nem sair de casa.

O jornalismo do amanhã

Se em 1985 o jornalismo era feito em máquinas de escrever e com publicações impressas, hoje é mais comum navegarmos na web e saber das últimas notícias pelo Twitter ou Facebook. Se antigamente as redações eram o coração das grandes publicações, com direito a jornalistas abarrotando cada metro quadrado da sucursal, hoje esse espaço é, infelizmente, mais vazio e cada vez menor.

E para a assessoria de imprensa, o que mudou? Antigamente havia quem andasse de porta em porta, em cada redação local, entregando releases impressos (datilografados, na verdade!) em mãos. Hoje, algumas assessorias sequer trabalham mais com releases, como uma certa Tagarela, que você deve conhecer. Apesar de vivermos em uma época que respira tecnologia, as relações interpessoais não foram esquecias – pelo contrário, estão mais valorizadas neste sentido.

Mas e agora, que 21 de outubro de 2015 já chegou e está prestes a virar passado? Para onde vamos? A comunicação continua em constante evolução e com diversas mudanças. A imprensa que queremos para o amanhã construímos hoje e De Volta Para o Futuro pode ter influenciado em muita coisa que usamos para trabalhar atualmente. Mas, como diria o Dr. Brown, a partir de agora “seu futuro depende do que você fizer, então faça o certo”.