Monitorar a notícia é importante para a assessoria 3.0

Monitorar é algo importante, mas que nem sempre é levado a sério

Por Felipe Vinha - Em 02.03.2017


O mundo digital cada vez mais evolui para englobar o máximo que conseguir do mercado, agilizando cada processo que é possível ser agilizado com o advento da internet, surgindo novas formas de se lidar com seus clientes, com o mercado, divulgação, propagandas, publicidades, e diversos outros assuntos. E monitorar tudo isso pode ser bem trabalhoso, mais do que se imagina.

Com o surgimento de todos esses pontos em um período de tempo tão curto, é comum que muitas empresas comecem a ficar perdidas com o excesso de informações e conteúdo sendo produzido e publicado em escala diária.

É também comum empresas não se acostumarem com certos pontos novos, como o monitoramento de notícias, que antes era feito de uma forma nada prática, os efeitos eram muito mais dispersos, e era praticamente impossível monitorar todos os aspectos, como o efeito da notícia diretamente no público alvo da notícia.

Isso mudou muito o trabalho de diversas empresas que lidam diretamente com públicos. As assessorias de imprensa se mantiveram bem conectadas com todas as mudanças da era digital das últimas décadas, e o advento da internet permitiu que elas se adaptassem de uma forma muito mais prática para todas as mudanças que ocorreram com a entrada da era digital.

A evolução recorrente e contínua das assessorias de imprensa

A assessoria de imprensa certamente foi uma das empresas que mais sofreu mudanças com o passar dos anos adentrando a gigantesca era da informação digital e da globalização contínua da informação.

Isso afetou muito as assessorias, tanto que muitas consideram essa popularização quase como um marco histórico que basicamente define o contínuo conhecimento e automatização dos processos internos, e o que elas conseguem fazer e auxiliar empresas dentro desse novo mercado.

A popularização desse meio desenvolvido, e de novas medidas para se lidar e agir diretamente com o trabalho de comunicados à imprensa, monitoramento de notícias e afins criou o termo assessoria de imprensa 3.0, que para muitos simbolizam a contínua evolução que a assessoria de imprensa sofre juntamente a evolução da era digital.

É comum ficar um pouco perdido nesta nova era, porém o ideal é tentar se atualizar o mais rápido possível para se ter os maiores benefícios antes de sua concorrência. A assessoria de imprensa 3.0 permite que sua empresa consiga buscar com maior efetividade o destaque dentro do seu mercado.

O clipping da era da assessoria de imprensa 3.0

Uma técnica que já foi utilizada por diversas empresas, e se desenvolveu bastante com a era digital é o chamado clipping. A gestão de informações é um desafio de qualquer empresa que tenha muitas menções de seu nome diariamente no mercado, principalmente as que se veem envolvidas constantemente no meio de marketing e comunicação direta com o público.

É a primeira vez que se pode ter um feedback mais mensurável com o clipping de notícias, porém como o volume de informação e a facilidade de conectividade vem aumentando com o passar dos anos, cada vez mais se tem um fluxo imensamente maior de informação do que havia antes.

Com esse imenso fluxo, algumas empresas optaram por simplesmente parar de fazer o clipping, ou não fazer o clipping digital. Afinal o conceito de clipping e monitoramento de notícias originalmente era para ver as menções de uma certa empresa nos diversos meios da era não digital.

Porém, a assessoria de imprensa 3.0 trouxe certas mudanças no clipping. O serviço é feito atualmente de forma que é também captado menções de consumidores, principalmente dos leitores de um certo comunicado, ou notícia relacionada diretamente a empresa em que se está fazendo o clipping.

Não fazer o clipping simplesmente por não ter pessoal para focar nessa atualmente volumosa e árdua tarefa é uma perda imensa de informação para a empresa. A empresa irá perder uma quantia valiosa de informações, e não saberá o ROI (return of investment) adquirido caso tenham feito um Press release ou qualquer ação de marketing planejada.

Perdem-se valiosos números também quando não se faz o clipping digital. Números que poderiam ser convertidos em novas ações estratégicas para que assim a empresa consiga a vantagem sobre a concorrência, sabendo exatamente como chamar a devida atenção de seu público e em qual meio você pode fazer isso.

Utilize o clipping automático da era digital para suprir suas necessidades

O monitoramento de notícias da era digital evoluiu também muito nos últimos tempos, justamente para acompanhar o exponencial aumento do número de informações, menções, registros, notícias e comentários envolvendo uma empresa ou assunto em praticamente escala e ritmo diário.

A vantagem é que clipping não evoluiu somente em volume, quanto também em utilidade, pois agora na era digital, é possível ter um destaque diferencial de saber informações exatas e precisas do público que entra em contato com as notícias e menções adquiridas neste processo, e a reação do público a elas também.

Utilizar uma ferramenta digital, como Klipbox, por exemplo, permitirá que você tenha um monitoramento de notícias muito mais preciso, e consiga fazer suas ações de marketing planejando exatamente em qual povo você quer que elas sejam focadas. É uma excelente forma de acatar a públicos específicos.

Este post é um oferecimento do Klipbox. É possível testá-lo gratuitamente neste link.