Empreender no Rio de Janeiro é vantagem?

No aniversário do Rio, saiba se o Estado está na pista para negócio

Por Leonardo Leão - Em 01.03.2016


O Rio de Janeiro completa 451 anos neste 1º de março de 2016. Com uma Olimpíada a sediar, a data seria mais um marco de comemorações por um ano que tinha tudo para ser ótimo. Mas não é bem assim que a banda tem tocado para o empreendedor carioca.

A crise econômica chega em seu ápice. Na semana do aniversário, a principal novidade é termos mais um aumento na passagem do metrô. O empreendedorismo olha pra esse cenário e se desespera. Já não chama mais a cidade de maravilhosa.

Se olharmos para os números, a impressão piora. Segundo dados do Índice de Cidades Empreendedoras de 2015, da Endeavor Brasil, o Rio de Janeiro é considerado só a 10ª melhor cidade do país para quem quer tocar o seu negócio. Uma posição bem abaixo do que se espera para a capital de um dos estados mais importantes do Brasil.

O ranking é definido através de quesitos que vão de ambiente regulatório à cultura empreendedora. No primeiro citado, a cidade decepciona muito. O excesso de taxas, impostos e a burocracia atrapalham muito o empreendedor carioca. O Rio de Janeiro só empolga em inovação. Nas demais categorias não há destaque. O cenário é realmente desanimador, longe de qualquer riso ou sorriso.

Mas não é só de contras que vivem os cariocas. Alguns aproveitam os benefícios de se empreender no Rio. Gustavo Mota, CEO do We do Logos, usa bem o fato de ter nascido na cidade para obter sucesso: “fazer isso em um ambiente que você conhece utilizando seu network, diminui bastante os riscos. Dessa forma, acredito que todo mundo prefira empreender onde mora”.

Sabrina Gallier, do Nibo, conta que trazer profissionais estrangeiros para o Rio de Janeiro talvez seja mais adequado: “Quando eu estava no Peixe Urbano, era mais fácil trazer um gringo, seja dos Estados Unidos ou de algum país da América Latina, para trabalhar no Rio, do que em São Paulo”. Apesar do cenário econômico de São Paulo ter um pouco mais de vantagens, as histórias e belezas do Rio ainda atraem pessoas de fora, que acabam ficando pela cidade para projetos profissionais.

Com muitos erros e alguns acertos, o Rio de Janeiro tenta melhorar seu ambiente para receber empreendedores. Quanto mais negócios lucrativos existirem, mais a sociedade ganha e consegue se afastar da crise. Que em 2017, todos possam rir mais no aniversário do Rio.