Startup voltada para alimentação mais saudável ganha o 3º lugar na Feira de Negócios do Shell Iniciativa Jovem

A startup Purifica desenvolve alimentos e bebidas de origem vegetal

Por Vanessa Santos - Em 16.11.2017


A edição de 2017 da Feira de Negócios do Shell Iniciativa Jovem, que aconteceu em no final de outubro, atraiu cerca de 700 visitantes ao Museu do Amanhã, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, onde os mais de 40 empreendedores se reuniram para apresentar seus projetos, trocar experiências e conhecer investidores e incubadoras. Dada a importância de eventos como esse na capital carioca, vamos fazer uma série de matérias com algumas das startups que se destacaram.

Terceira colocada do evento, a startup Purifica “desenvolve alimentos e bebidas de origem vegetal, livres de qualquer tipo de conservantes e açúcar refinado. Tudo é produzido com insumos de alta qualidade e com muito sabor e saúde”, segundo as palavras de Paloma Blanc, uma das idealizadoras da startup. Segundo a empreendedora, o carro chefe da startup são os leites vegetais, que surgem como uma alternativa igualmente saborosa e nutritiva para o leite animal.

Mas o que teria levado a nutricionista, e agora empreendedora, a criar tal projeto? A resposta é simples. “Por ser nutricionista, sempre optei por uma alimentação mais equilibrada e natural. Em 2014, ao terminar a pós-graduação em Gastronomia Funcional, percebi que não haviam muitas opções de bebidas e lanchinhos prontos sem adição de conservantes e açúcares, que alimentassem de verdade e ainda deixassem com o estômago forrado por um bom tempo”, explica Paloma, que ainda completa: “Vi uma oportunidade. Além disso, cresci em ambiente empreendedor, meus pais eram comerciantes.  O gancho final foi a falta de perspectiva no antigo trabalho para impulsionar a vontade de ser dona do próprio negócio”.

Paloma acredita que a participação na edição desse ano do Shell Iniciativa Jovem só acrescentou à sua ideia. “O Iniciativa Jovem me moldou como gestora, me fez perceber que pra ter uma startup de sucesso você precisa entender de tudo um pouco. Ficava enclausurada na cozinha achando que só esse trabalho faria minha empresa andar. E não é bem por aí”, diz ela.

CEO da Startup fala da força feminina

A terceira colocação na Feira de Negócios era desejada, mas nem de perto esperada. E estar entre as melhores startups em uma edição liderada por mulheres teve um gostinho ainda mais especial. “Acho importantíssimo para validar que somos maioria quando se fala de empreendedorismo. Isso acontece pelo segundo ano consecutivo no IJ, já que ano passado o pódio foi também 100% feminino. Mais de 80% da minha clientela é formada por mulheres, logo, oferecer produtos e serviços que facilitam o dia a dia delas é super gratificante. Em tempos políticos obscuros os quais estamos vivendo, com um governo que minimiza nossa força e acha que pode controlar até nosso corpo, ser parte do coro que faz nossa bola ficar cada vez mais alta é indescritível”.

A startup, que hoje atende apenas a capital do Rio de Janeiro, está presente em pouco mais de dez pontos de venda pela cidade. “Mas já existem muitos pedidos para que a gente expanda para fora do Estado”, comenta Paloma. “Estamos moldando como isso será feito”, ela completa, salientando que a palavra de ordem no momento é expansão. “Estamos trabalhando para alcançar mais pessoas em 2018. Pra isso, queremos montar uma cozinha que atenda as necessidades dos clientes que estão em espera e desenvolver mais opções ainda mais saudáveis”, projeta a nutricionista.

Um conselho para quem deseja se aventurar empreendendo? Paloma dá o seu: “Empreender é uma montanha russa de emoções. Se planeje, mas execute. Parta pra ação. E trabalhe muito! No início, isso significa abdicar de algumas coisas, mas em alguns anos o resultado surge. Persista”, finaliza.